Economia – resultados positivos nas vendas do varejo este ano

O comércio varejista pode finalmente comemorar com as melhoras dos resultados positivos registrados entre o mês de julho e julho deste ano. De acordo com dados obtidos pelo PMC (Pesquisa Mensal do Comércio), durante essa passagem houve um acréscimo de 1% no volume de vendas. O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgou nessa quarta (11) os dados referentes ao soldo positivo, havendo uma comparação de 4,3% em relação a julho do ano passado.

De acordo com o pronunciamento do chefe de pesquisa macroeconômica da América Latina, Alberto Ramos, classifica esse efeito como sólido e melhor do que se esperava, já que os resultados ofertam um indicador positivo para este ano.

Os comércios em alimentos, como supermercados, bebidas, fumo, pesquisados com destaques em cerca de 1,3%, seguidos dos artigos de uso domésticos com 2,2% e os eletrodomésticos com 1,6%, esses são que obtiveram os resultados melhores, segundo análise.

Ainda segundo a pesquisa, logo após os indicados acima estão os comércios especializados em tecidos, vestuário e calçados com cerca de 1,3%, seguido por artigos de perfumaria, farmacêuticos e cosméticos com 0,7%, combustíveis com 0,5% e artigos papelaria e jornais com 1,8%. Porém, nem todo artigo específico pode indicar um bom resultado, houve uma queda de -1,6% em equipamentos de escritório e material de informática.

Assim como o comércio varejista, o setor de serviços como transporte, comunicação, informação e correios, também recuperou suas estatísticas em um aumento de 0,7%, no mês de maio para junho deste ano.

De acordo com IBGE, os sete primeiros meses do ano de 2019, mostram alguns índices positivos, aumentando o setor varejista e de serviço, expandindo os locais e regiões que sofriam influencias negativas, como por exemplo o grande centro comercial de São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal.

Podemos afirmar que tendo em vista a situação atual do país, esse certamente é um dos pontos positivos para aqueles que utilizam do comércio como fonte de renda, e até mesmo para uma possível melhoria na economia do país.

Muitos desses dados podem não somente afetar a vida financeira de uma família, mas também sua vida social, tendo em vista que esses reflexos atuam com a possibilidade de um indivíduo criar o seus sonhos, tornando a sua vida melhor, no entanto, o orçamento do povo brasileiro não está entre os maiores e melhores adquiridos, afinal, um planejamento financeiro não depende somente de sonhos e realização, e sim de estatísticas como gastos, dívidas, investimentos e renda.

Segundo os dados apontados, há uma esperança de melhoria na economia atual do Brasil, porém esse certamente é um caminho distante e longe de ser fácil de recuperar em um resultado animador. Contudo todos esses números trazem à tona os investimentos, serviços, produções e vendas para o comércio.

Certamente o povo brasileiro continuam esperançosos para que mais dados positivos sejam relatados a cada mês, o comercio varejista faz a total diferença na vida financeira dessas famílias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *