Como se livrar da dívida do cartão de crédito?

Como uma faca de dois gumes, o cartão de crédito pode ser seu maior amigo ou a maior armadilha para suas finanças. Não é à toa que o número de endividamentos no cartão cresce na mesma proporção que aumenta o número de pessoas que os usam.

O grande erro das pessoas está em pensar que o limite do cartão de crédito faz parte de sua renda. Pessoas que ganham um salário mínimo podem ter cartões com limite até  3 vezes maior que isso, o que pode ser perigoso.

Para quem já está endividado, seja o pelo motivo que for, trouxemos algumas orientações que podem ajudar a sair dessa situação e nunca mais voltar, veja as dicas a seguir:

Use o cartão o menos possível

Para saber onde está errando, é necessário analisar cada passo. Quando se trata de cartão de crédito, essa análise deve ser ainda mais minuciosa. É necessário sentar para listar cada gasto feito com ele, e tentar excluir todos aqueles que são desnecessários.

Existem assinaturas que só podem ser feitas com pagamento em cartão de crédito. Nesse caso, é preciso analisar quais delas são verdadeiramente indispensáveis e quais podem ficar para um outro momento de sua vida financeira. É interessante também, nesse caso, procurar amigos com os quais você possa dividir essa assinatura.

Essa primeira investigação inclui também tentar diminuir ou evitar gastos com pequenos lanches, corridas por aplicativo, mimos e coisas que não são de prioridade.

Nunca pague apenas o valor mínimo

Quando o orçamento aperta, a maioria das pessoas costuma pagar só o valor mínimo da fatura do cartão. Isso é muito feito pensando em liberar o cartão para novas compras ou para não ficar negativado.

O problema é que o valor restante da fatura é refinanciado e acrescido de juros e encargos. Isso vai se transformar na conhecida “bola de neve” e pode virar uma conta impagável. Por esse motivo, o ideal é que você parcele a fatura e deixe ele guardado até terminar de pagar. Assim, você quita sua dívida e não constrói outra em cima.

Tenha um limite baixo

O que acaba seduzindo muita gente é a possibilidade de ter um cartão com limite alto. É bem interessante poder comprar algo mais caro e pagar em parcelas a perder de vista. Mas é muito perigoso. Você nunca deve gastar mais do que ganha, portanto, mantenha o limite do cartão igual ou inferior à sua renda mensal.

Caso você pretenda comprar um item mais caro, o recomendado é que você economize para pagar por ele à vista. Além de não criar uma dívida, você pode ainda conseguir um bom desconto.

Parcele a dívida

Quando o problema é que você já está com o nome negativado, o ideal é você resolver isso. Comece ligando para as operadoras de seus cartões e tente um acordo. Hoje em dia, os cartões de crédito são obrigados a parcelar as faturas, então faça isso.

Depois que você paga a primeira parcela do acordo, seu nome deve ser retirado do SPC em até 5 dias úteis. Depois disso, é só continuar com os pagamentos e seguir as dicas dadas acima para nunca mais se endividar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *