Cartão de crédito de lojas; devo contratar?

Sem medo de errar, dez entre dez pessoas já ouviram a frase “Vamos fazer o cartão da loja?”. Normalmente já somos abordados assim que entramos no estabelecimento, não é mesmo? E por mais que se responda que não deseja, muitas vezes bate a curiosidade de saber quais os benefícios que ele oferece.

Pois bem, para avaliar quanto vale à pena ter aquele cartão, é necessário pensar antes em como ele vai servir para suas necessidades. Então é necessário entender:

Seu perfil como consumidor

Se você entra numa loja aleatório, por um motivo bastante específico e ela não faz parte do seu hábito de consumidor, não vale à pena. O ideal é que você priorize cartões de lojas e estabelecimento que você frequenta com certa regularidade.

Vamos supor que você esteja em uma cidade à passeio e que vá demorar um pouco para voltar lá. Você entra numa loja e lhe é apresentado um cartão com milhares de vantagens e benefícios. O que deve ser considerado é: esses benefícios vão servir pra mim? Ora, se você não pretende usá-lo na loja, não vai mais nem voltar lá, do que serve o cartão?

Por mais vantajoso que pareça, pode ser só mais uma cilada. Evite!

Qual sua relação com cartões de crédito

Se você é do tipo de pessoa compulsiva, que compra tudo o que vê sem pensar na fatura, melhor não ter cartão de loja. Quanto mais cartão mais possibilidade de comprar coisas desnecessárias.

É importante saber que seu orçamento não pode ser comprometido com esse tipo de gasto, a não ser que você seja uma pessoa de alto poder aquisitivo e possa pagar por tudo. Fora isso, cuide do seu dinheiro!

Depois de avaliar você, é hora de avaliar o cartão:

Tem bandeira?

A maioria dos cartões de loja não têm bandeira (MasterCard, Visa…) isso faz com que ele seja aceito apenas naquele estabelecimento, restringindo seu uso. É importante, então, avaliar quais estabelecimentos aceitam aquele cartão para que você não fique muito limitado.

Qual limite?

É importante ter cuidado com o limite do cartão. Ele não pode ser muito baixo para não ficar sem uso, mas não pode ser alto para não dar a ilusão de que você tem mais dinheiro do que realmente possui. Dê atenção a isso e veja seu orçamento.

Por que as lojas têm cartão próprio?

Uma das maneiras mais inteligentes de fidelizar o cliente é fazendo o cartão. Assim, o consumidor fica preso a ela, usando os serviços e adquirindo os produtos com mais frequência. Com a facilidade do pagamento parcelado, ele recorre muito mais a ela em uma necessidade.

Além disso, a loja deixa de pagar algumas taxas. No uso de cartões convencionais, com bandeira, elas pagam uma taxa para a operadora. Nesse caso, se ela mesma for a operadora, o dinheiro fica ali mesmo. É mais uma jogada de mestre do capitalismo.

Como fazer o cartão de crédito da loja?

Os estabelecimentos pedem apenas CPF, RG e, cm alguns casos, comprovante de residência. Muitas vezes o cartão, se aprovado, é impresso na hora, e o cliente já pode fazer uso dele no mesmo dia.

Portanto, se você avaliou e viu que seria um bom negócio, vai poder fazer o cartão na loja com a documentação citada acima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *